SANDRA LAURITA
A Poesia vive em Mim.
Textos
DEVES DEIXAR-ME
                    Depois dessa despedida
                    Devo desmontar-me
                    Deixarei desaguar dilúvios
                    Demolições de dores danosas
                    Divergências  desmedidas
                    Depois dessa despedida
                    Dir-te-ei delicadamente
                    Deves deixar-me!

*Obrigada pela interação amigo "Serra Geral"*

Digo direto
Duvido deixá-lo
Depois de dádivas descoberto.
Sandra Laurita
Enviado por Sandra Laurita em 19/01/2021
Alterado em 20/01/2021
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras